sexta-feira, 2 de maio de 2008

4 DE MAIO - DIA DA MÃE

Não preciso da noite
Para ver a estrela em ti
A tua imagem pura
Da mulher que me gerou
E cuidou desafiando a
Própria Vida.
Beijo a tua face
Como todas as noites o fizeste

Até amanhã querida mãe.

Felizes daqueles que podem abraçar
ou conservar saudades da sua Mãe

3 comentários:

disse...

Grande Amigo
É muito bonito o que te vai na alma.
A nossa mãe é aquele ser sublime que nos levanta quando caimos, que nos conforta quando choramos, nos aconchega e aperta quando trememos.
Tenho a grande felicidade de ainda ter a minha querida mãe, que com 89anos mantém felizmente uma lúcidez e espírito de humor que por vezes eu já não tenho, e uma
independência total.
Todos os Sábados vem almoçar connosco, e são sempre bons momentos de convívio.
Tocaram-me bastante as tuas palavras.
Bem Hajas por seres o filho que és.
Abraço-te com muita amizade.

Leandro Guedes disse...

Amigos
Vocês hoje estão-me a puxar ao sentimento.
Minha Mãe faleceu em 1985, com 83 anos.
Ainda hoje tenho momentos de saudade dela. Foi uma grande mulher de trabalho, embora pequenina na estatura.
Em Março desse ano foi-lhe detectado um cancro no estomago, faleceu um mês depois, a 25 de Abril desses mesmo. Morreu suavemente, adormeceu a falar comigo.
É a vida amigos.
Meu Pai faleceu ano e meio depois.

manuel disse...

ola eu sou do bairro das furnas e conhecia muito bem a sua mae, bela velhota sempre algre e na brincadeira eu sou muito mais novo que o sor. so tenho 46 anos mas sempre ca vivi. um abraço e viva o B.D.F